conta verificada

Como ter uma conta verificada no Instagram

O famoso selo verificado azul do Instagram é muito desejado pelos usuários da rede social. Ter uma conta verificada no Instagram é a maneira de provar aos visitantes que aquele perfil se trata da presença real da pessoa, marca ou empresa.

Isso ajuda a combater os tão indesejáveis perfis fakes e os roubos de contas.

Todos podem ter uma conta verificada no Instagram?

Na teoria, sim. Qualquer usuário pode solicitar a verificação do seu perfil. Em 2018, o Instagram optou por tornar mais fácil e acessível para os seus usuários a requisição da verificação do perfil. Porém, conseguir o selo de verificação ainda é privilégio de poucos.

Comumente, pessoas públicas, marcas e empresas famosas, profissionais de destaque em suas áreas, celebridades das artes e dos esportes e organizações reconhecidas são os que têm acesso ao selo azul. Mas, como dissemos, você também pode tentar o seu. 

Passos para solicitar o selo de verificação do Instagram

O processo pode ser feito por meio do próprio aplicativo, sendo relativamente bem simples. Siga os nossos passos:

1 – Faça o login na conta que você quer solicitar a verificação.

2 – Na tela principal, a que mostra o seu perfil, clique nos três traços que aparecem na parte superior direita e no ícone de configurações.

3 – Clique em “conta”. Em seguida, clique em “solicitar verificação”.

Instagram muda jeito de pedir conta verificada e libera funções de  segurança | Downloads | TechTudo

4 – Preencha o formulário com os dados: nome de usuário, nome completo, o nome pelo qual é conhecido e selecione a categoria a que a sua conta pertence.

5 – Por último, anexe uma foto do seu documento de identidade, leia a breve instrução e envie.

Pronto, em algumas semanas você já deve receber a resposta de sua solicitação nas notificações do aplicativo. Caso ela seja negativa, em 30 dias você poderá enviar um novo formulário de requerimento.

Requisitos para ter uma conta verificada pelo Instagram

Segundo o próprio Instagram, atender aos seguintes requisitos podem aumentar as suas chances de conseguir o selo de verificação:

1 – A conta deve ser a original da pessoa ou empresa, por isso a exigência de documentação oficial.

2 – O perfil deve ser único. A pessoa não pode ter um segundo perfil e também requerer verificação para ele.

3 – O perfil deve estar completamente preenchido com foto, bio e posts.

4 – A quantidade de seguidores não é mais levada em conta. Ou seja, páginas com pouco número de seguidores também podem ser verificadas.

5 – O perfil não pode ter links na bio que direcionam para outras páginas ou redes sociais.

Consegui o selo! Mas é possível perdê-lo?

Instagram Verified Badge PNG Photos | PNG Mart

Sim, é possível perdê-lo. Caso perceba posteriormente qualquer irregularidade na documentação, o Instagram removerá a verificação do usuário. Perfis que têm suas contas verificadas não podem mudar o nome de usuário e nem transferir a sua conta a terceiros. Todas essas ações resultam na perda do selo de verificação. Vendas de perfil também são proibidas.

Esperamos que com as nossas dicas você consiga a verificação do seu perfil do Instagram. Caso queira nos acompanhar por lá, você pode encontrar o perfil da B16 clicando aqui.

 

sao paulo conversão

São Paulo, sua conversão e a comunicação

São Paulo é uma das grandes referências da Igreja Católica quando falamos sobre conversão e comunicação. Ele dedicou-se muito para interagir com comunidades distantes, utilizando-se de cartas, meio de comunicação considerado rápido em seu tempo.

A intenção de São Paulo era relatar sobre o Evangelho de Jesus Cristo, movido, inicialmente, pela milagrosa experiência de conversão que teve após encontrar-se com o Senhor. São estes os dois aspectos que queremos abordar sobre São Paulo: a sua conversão e a sua desenvoltura comunicativa.

O Apostolo Paulo e seu uso da filosofia grega | Prof. Correia

 

A conversão de São Paulo

À época ainda chamado Saulo de Tarso – seu nome seria mudado por Jesus posteriormente -, ele era conhecido por ser um contumaz perseguidor dos cristãos, os quais considerava inimigos, por vê-los como praticantes de uma seita.

Em uma viagem a cavalo em direção à cidade de Damasco, para lá prender todos os cristãos que encontrasse, Paulo foi surpreendido por uma luz forte vinda do céu, que o fez cair do cavalo e perder a visão. Assustado, ouviu uma voz que perguntava “Saulo, por que me persegues?”.

Conversão de São Paulo | 25 de janeiro - Calendarr

Trêmulo, ele pergunta quem é, e tem a resposta “Eu sou Jesus, a quem tu persegues”. Jesus ordena que ele se levante, entre em Damasco e que lá encontraria alguém que o ajudaria.

Em Damasco, recebe auxílio dos cristãos, os mesmos que iria condenar, e um deles, Ananias, enviado pelo Senhor, o acolhe e o batiza. A partir daí, Paulo inicia uma nova vida, tornando-se o maior discípulo de Cristo, levando o Evangelho a todos e nos ensinando duas lições: a de que todos nós somos convidados a retornar às nossas origens, pois somos de Deus e retornaremos para Deus e que ninguém sai a mesma pessoa após ter um encontro verdadeiro com Jesus. 

Todo o relato de sua conversão está no livro dos Atos dos Apóstolos no Novo Testamento da Bíblia.

São Paulo e a comunicação

A habilidade de São Paulo com a comunicação é diretamente inspirada pela experiência que ele teve com Cristo somada ao amor desenvolvido pelo Evangelho e pelas pessoas. 

E evangelizar é comunicar. São Paulo sabia disso, manteve contato constante com aqueles que estavam próximos a ele, buscou todos os recursos que dispunha em sua época para se comunicar com comunidades distantes e enviou emissários aos locais em que ele não podia ir, quando estava preso, por exemplo.

Tudo isso ávido por transmitir às pessoas a boa nova de Jesus. Ele queria que elas também tivessem a experiência do encontro com Cristo e que suas vidas, da mesma maneira, igualmente fossem transformadas. 

A chegada imprevista de Paulo em Atenas | Teologia Brasileira

Há um grande trunfo em sua mensagem: ela não é sobre si próprio. Jesus é o grande protagonista de suas cartas, é sobre Ele que o apóstolo quer falar. “Já não sou mais eu quem vive, é Cristo que vive em mim”. (Gl 4, 20)

Sua influência é tão grande que atinge a missão evangelizadora da Igreja até os dias de hoje, servindo como inspiração aos comunicadores católicos que buscam levar a Palavra de Deus ao maior número possível de pessoas, amparados pelas novas tecnologias comunicativas.

Em nosso tempo, permanecem suas lições de buscarmos uma comunicação humana, utilizando de meios técnicos avançados, mas sem perder a necessidade do contato pessoal e compreendendo que não existe Igreja sem comunicação.

comunicador católico

O papel dos comunicadores católicos

No Congresso sobre a Imprensa Católica realizado no Palácio Apostólico do Vaticano em 2010, ocasião na qual o Papa Bento XVI reuniu-se com mais de 200 comunicadores católicos de 85 países diferentes, o Sumo Pontífice falou sobre o que pensava ser a missão deles: “A vossa missão, queridos comunicadores da Igreja Católica, é a de ajudar o homem contemporâneo a orientar-se para Cristo, único Salvador, e a manter acesa no mundo a chama da esperança, para viver dignamente o hoje e construir adequadamente o futuro”.

As palavras do Santo Padre nos ensinam que jamais devemos nos afastar dessa missão, que nos é confiada pela Santa Igreja, de ajudar que os homens tenham uma experiência de fé por meio dos veículos de comunicação. Os meios de comunicação devem auxiliar a vocação missionária da Igreja permitindo que pontes sejam construídas e que elas levem as pessoas, convertidas à fé ou não, a terem um encontro com Cristo.

E Jesus é a chave para que tudo isso ocorra de maneira frutífera. O próprio comunicador tem que ter a consciência de que o seu perfil deve estar ligado à pessoa de Jesus. Enquanto pessoa de fé que ama o Evangelho, o comunicador deve estar empenhado em anunciar sempre a Boa Nova, que é o próprio Jesus, e nunca a si próprio.

Não pode ser esquecido também o fato de comunicar com atitudes, vivendo verdadeiramente aquilo que é anunciado, com humildade, fé e coragem. Esse processo ajudará na sua própria escolha pessoal por Jesus e seus ensinamentos, como uma maneira de reafirmar a própria fé.

Peça a intercessão de Nossa Senhora da Comunicação para que tenhas sempre intimidade com o Cristo e que o seu perfil seja semelhante ao Dele para buscar sempre a verdade e comunicar com bondade e amor ao próximo e à Igreja!

igreja e comunicação

Os principais documentos da Igreja sobre comunicação

Não temos dúvidas, a missão evangelizadora da Igreja passa pela comunicação, pois é dever dela comunicar ao mundo que Jesus Cristo é o Salvador dos homens, anunciando-O por meio do Evangelho. Para cumprir este objetivo, a Santa Sé sempre fez uso dos meios de comunicação e sobre eles publicou diversos documentos papais ao longo dos séculos. 

Queremos que você conheça alguns dos principais documentos publicados. Todos podem ser acessados diretamente no site do Vaticano clicando no link em seus títulos, exceto o “Inter Multiplices”.

Igreja e comunicação: conheça alguns documentos


“Inter Multiplices” (1487) – Bula publicada pelo Papa Inocêncio VIII para definir o pensamento da Igreja sobre os meios de comunicação e a maneira como eles deveriam ser abordados. Algumas décadas após a invenção da prensa, preocupado com a vida espiritual dos católicos frente à nova tecnologia, o Papa utilizou este documento para passar orientações cuidadosas aos bispos com relação ao material eclesiástico que seria publicado.

A bizarra morte do Papa Inocêncio VIII e a Caça as Bruxas


“Vigilanti Cura” (1936)
Escrito pelo Papa Pio XI, é considerado o primeiro documento de um Papa sobre o que chamamos hoje de “meios de comunicação modernos”, nesse caso o cinema, destacando os perigos, valores e oportunidades possibilitados pelo meio de comunicação, inclusive afirmando que “os filmes não devem apenas servir para passar o tempo, pois eles podem e devem iluminar os espectadores e direcioná-los positivamente para o bem”. 

Aventuras na História · Pio XI: O papa que despertou a ira de Hitler

“Miranda Prorsus” (1957)
Nesta Encíclica, o Papa Pio XII ilustra o pensamento da Igreja sobre os “meios eletrônicos”, também conhecidos como “mídias modernas”, fazendo uma análise positiva dos meios de comunicação de massa: cinema, rádio e televisão, mas incentivando que os seus consumidores não recebam suas mensagens de maneira acrítica. 

O Papa Francisco poderia declarar santo a Pio XII

“Inter Mirifica” (1963)
Produzido durante o Concílio Vaticano II, tem a comunicação como assunto exclusivo, inclusive sendo o primeiro a adotar o termo “comunicação social”. Neste documento, a comunicação é tratada como um processo entre seres humanos que têm direitos à informação e à opinião pública. Por meio dele, a Igreja reconhece nas novas tecnologias da comunicação um caminho necessário para uma evangelização eficaz. 

“Communio et Progressio” (1971)
Neste documento, a Igreja orienta os cristãos frente aos meios de comunicação, que são destacados como fatores do progresso humano. É ressaltada a importância do acesso à informação e a importância da formação profissional.  

“Aetatis Novae” (1992)
Instrução pastoral que resume aspectos primordiais no campo da comunicação, refletindo sobre as consequências pastorais das “revoluções tecnológicas”, orientando para necessidade de uma pastoral que acolha os profissionais de comunicação. 

“O Rápido Desenvolvimento” (2005)
Carta apostólica de são João Paulo II direcionada aos responsáveis pelos meios de comunicação. O documento fala sobre o rápido desenvolvimento das tecnologias no campo da mídia, ocorridos desde o decreto Inter Mirifica.

O Papa escreve sobre a importância do discernimento e do compromisso missionário, fala sobre uma mudança de mentalidade e renovação pastoral, a relação da mídia com as grandes questões sociais e exorta a uma comunicação verídica e livre, que contribua para consolidar o progresso humano com a “força do Espírito Santo”.  

Em praticamente todos estes documentos a Igreja chama a atenção para as diferentes vias dos meios de comunicação social: estes podem ser usados para o bem ou para o mal. Como a Mãe que aconselha, busca orientar os cristãos católicos para o bom uso das ferramentas de comunicação, com o conteúdo produzido e consumido sendo condizentes aos valores professados pela própria fé.

carlo acutis

Carlo Acutis: conheça sua história

A Santa Igreja Católica, em festa, realizou a cerimônia de beatificação do jovem italiano Carlo Acutis no dia 10 de outubro, cujo exemplo de vida tem cativado diversos cristãos ao redor de todo o mundo. Carlo colocou a santidade como o seu objetivo de vida e fez do amor a Jesus Eucarístico o principal pilar da sua fé. 

Vivemos em tempos muito difíceis, onde o jovem contemporâneo é carente de bons modelos a serem seguidos e é constantemente assediado por ofertas do mundo que o afastarão do caminho de Deus. Assim, é urgente que se mostre exemplos concretos de santidade aos jovens, para prová-los que ela é sim possível de ser vivida mesmo em tenra idade.

Nascido em 1991, Carlo era um adolescente normal: gostava de jogar videogame, de estar junto aos amigos, viajar e de praticar esportes. Segundo sua mãe, ele “trazia em si uma vida espiritual e tinha dons especiais no uso da internet”. 

Novena ao Venerável Carlo Acutis - Comunidade Mel de Deus

Carlo utilizava a rede para evangelizar. Como era profundamente apaixonado pela Sagrada Eucaristia, utilizou o seu dom com a informática para criar exposições virtuais sobre assuntos ligados à fé, principalmente a catalogação dos Milagres Eucarísticos que aconteciam pelo mundo. Por isso, ficou conhecido como o “ciberapóstolo da Eucaristia”. 

Pastoralmente, participava da Missa todos os dias e rezava o terço, sendo grande devoto da Virgem Maria. Dava aulas de catecismo e ajudava as pessoas mais necessitadas. Costumava distribuir roupas e alimentos às pessoas pobres e desabrigadas de Milão. 

London-born 'computer genius' Carlos Acutis is to be beatified by the  Catholic Church | Daily Mail Online EL BEATO CARLO ACUTIS, DE MUY PEQUEÑO JUNTO A SU MADRE. QUERIDO NIÑO,  QUERIDO JOVEN, VINISTE A ESTE MUNDO CON UNA MISIÓN VERDADERAM… | Católico,  Catolicismo, Oração

Afirmava que a Santa Missa, a Eucaristia, o terço, a leitura diária da Bíblia, a confissão dos pecados e a caridade ao próximo formavam um “kit santidade” e eram uma estrada certeira para se chegar ao Céu. 

Aos 15 anos, Carlo foi diagnosticado com uma forma bastante agressiva de leucemia. Sem se abalar na fé, ofereceu todos os seus suplícios a Deus, na intenção do Papa Bento XVI e da Igreja Católica. Dizia sempre que queria ir direto para o Céu. 

E assim foi, no dia 12 de outubro de 2006, Carlo partiu para encontrar-se com o maior amigo que fez em sua breve vida: Jesus Cristo. 

Carlo Acutis / Fils d' Andrea Acutis y Antonia Salzano | COME-BACK

Em sua Exortação Apostólica “Christus Vivit”, o Papa Francisco mencionou o formidável uso que Carlo Acutis fez dos meios digitais para a evangelização: “ele sabia que o mecanismo de comunicação das redes sociais poderia nos tornar sujeitos adormecidos e fechados na negatividade. Mas ele soube usar as novas técnicas de comunicação para transmitir o Evangelho”.  

Quis Deus que o milagre para a sua beatificação viesse a acontecer no Brasil: uma criança que sofria de uma rara doença congênita recebeu a cura divina após rezar diante de uma relíquia de Carlo. 

Milagre de MS aprovado no Vaticano, Matheus hoje tem 9 anos e muita saúde -  Comportamento - Campo Grande News

Milagre de MS aprovado no Vaticano, Matheus hoje tem 9 anos e muita saúde

O venerável Carlo Acutis foi jovem igual a todos nós e carregou dentro de si um coração santo, o que certamente será confirmado pela Igreja em muito breve. É exatamente assim que devemos querer ser. 

Exemplos como o dele nos provam que podemos fazer grandes obras quando decidimos que seguir Jesus Cristo será a principal razão das nossa vidas. Além disso, precisamos ter a certeza de que, em Carlo, ganhamos um amigo no Céu, capaz de interceder por nossas vidas e nos ajudar na caminhada em busca de uma vida santa e mais próxima de Jesus.

Heróis da Fé: Conheça Carlo Acutis, o ciberapóstolo da Eucaristia -  Comunidade Católica Shalom

Conheça o jovem Carlo Acutis, conhecido como 'padroeiro da internet'

Lectiodivina

Lectio Divina: conheça este método de oração

Querido leitor, neste mês da Bíblia, queremos muito que a sua experiência de estudos da Palavra de Deus seja enriquecedora. Estamos confiantes de que a prática da Lectio Divina vai ser grandiosa para aumentar a sua fé e a sua comunhão com Deus.

Pronto? Então, vamos começar, boa leitura!

O que é a Lectio Divina?

A Lectio Divina é uma forma de leitura orante da Palavra de Deus, já sendo uma tradição centenária da Igreja, vinda por meio dos monges do século XII.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) afirma em seu site que “a Lectio Divina é um alimento necessário para a vida espiritual dos católicos. A partir de sua prática, estando consciente do plano de Deus e da Sua vontade, é possível que se produza frutos necessários para a salvação”.

A constituição dogmática Dei Verbum nos ensina que a leitura da Sagrada Escritura deve ser acompanhada de oração para que seja possível o diálogo entre Deus e o homem.

O passo a passo

A Lectio Divina é composta por quatro passos: leitura, meditação, oração e contemplação. Lembre-se que todos os passos requerem muita fé. Prepare o seu coração, silencie o ambiente e permita que Deus fale com você.

1. Leitura

Inicie com uma oração invocando a presença do Espírito Santo para que Ele conduza a sua leitura. Defina o texto que você vai ler, pode ser o Evangelho do dia e você pode lê-lo mais de uma vez se quiser.

Preste atenção ao que o texto fala, observe as pessoas que fazem parte dele, em qual ambiente se passa o que é narrado, observe bem os diálogos, as emoções de cada um dos envolvidos no texto santo.

2. Meditação

É o segundo passo da Lectio Divina. Aqui você traz a Palavra que acabou de ler para a sua vida de hoje, para que ela possa produzir efeitos em você. Coloque-se diante da Palavra que foi lida e reflita sobre como ela pode iluminar a sua vida e a sua realidade.

Pergunte ao Espírito Santo o que Jesus quer dizer a você por intermédio dessa Palavra. É chegada a hora de transformar a meditação em uma oração.

3. Oração

Aqui é a sua vez de falar com Deus, que falou primeiro contigo através da Palavra. Fale o que vier em seu coração, louve a Deus e o agradeça. Coloque os seus sentimentos e comprometa-se em estar com Deus e fazer a sua vontade.

4. Contemplação

A condução desta etapa pertence totalmente a Deus. Receba o que ele te entregar, fique em silêncio e desfrute deste momento de paz.

Permita que a Palavra que você meditou no primeiro passo assuma um propósito em seu coração. Ao fim, agradeça a Deus, o louve, faça tudo aquilo que a sua fé pedir no momento. 

Estes são os passos! Esperamos ter contribuído com seus estudos bíblicos e queremos que a Palavra de Deus alimente a sua fé e ilumine o seu caminho em todos os dias da sua vida.

Se estiver com dificuldades para começar, os irmãos da Comunidade Católica Sementes do Verbo rezam diariamente a Lectio Divina no canal deles no Youtube.

Temos certeza de que vai ser uma boa companhia para você começar!

Bons estudos e boa oração!

hugogonzalez57-1589752188214-cathopic-1

Instagram para católicos: lançai as redes

Inicialmente o Instagram era uma rede completamente baseada em fotografias acompanhadas de pequenos textos. Atualmente é uma rede complexa que integra fotos, vídeos, transmissões ao vivo, e-commerce e muita interação. Foi criada em 2010 pelo brasileiro Mike Krieger e o americano Kevin Systrom, pertencendo hoje ao Facebook. A rede social já possui mais de 1 bilhão de membros ativos.

No Brasil, são 69 milhões de usuários em 2019 e possui o maior índice de engajamento entre as redes sociais. Não está convencido do sucesso da rede? Confira alguns dados da pesquisa realizada pela empresa Opinion Box no Brasil, publicada em julho deste ano:

70% dos entrevistados disse ter uma conta e acessar a rede social;
– 67% dos entrevistados acessam o Instagram várias vezes ao dia;
– 47% prevê que vai usar cada vez mais o Instagram, nos próximos 12 meses consecutivos à pesquisa;

Em relação aos hábitos de consumo, 63% diz gostar muito de stories, 34% os publica ao menos uma vez ao dia e 77% assiste diariamente. Ainda assim, a maioria (63%) posta mais fotos e vídeos no feed.

Católicos e o Instagram

Vamos mostrar para vocês alguns perfis católicos com maior alcance na plataforma. Separamos em algumas categorias para ficar mais fácil a visualização.

  •         Clero

1)      Padre Fábio de Melo
2)      Papa Francisco
3)      Padre Marcelo Rossi

 

  •         Comunidades Católicas

1)      Comunidade Canção Nova
2)      Comunidade Colo de Deus
3)      Comunidade Shalom

 

  •         Bandas Católicas

1)      Rosa de Saron
2)      Missionário Shalom
3)      Anjos de Resgate

  •         Cantores Católicos

1)      Tony Alysson
2)      Thiago Brado
3)      Eliana Ribeiro

 

  •         Empresas Católicas

1)      Loja Canção Nova
2)      Minha Biblioteca Católica
3)      Tecido do Céu

 

Esses são apenas alguns perfis católicos que tem usado o Instagram para evangelizar e muitos outros tem feito esse trabalho. Essa rede social pode ser uma ótima ferramenta para atrair pessoas – principalmente jovens – para a Igreja. E não só atrair, mas manter os que já estão inseridos, por meio de conteúdo relevante que ajude as pessoas a se elevarem em virtude e conhecimento da Santa Igreja.

Agora que você já sabe como essa rede pode ser um meio super eficaz, vem a pergunta: Eu devo ter uma conta para evangelizar? Para começar é preciso fazer uma avaliação. Antes de sair abrindo uma conta no Instagram para a sua paróquia, grupo de oração ou até uma conta pessoal ou empresarial, pare e pense com o auxílio de muita oração, pesquisa e profissionais da área.

Se, após feita uma avaliação, você chegou a uma conclusão positiva, então se prepare: o Instagram será uma ótima ferramenta de evangelização. Confira também nas postagens do blog sobre a importância do marketing de conteúdo, que é muito relevante para o engajamento dos seus seguidores.

Caso você queira uma ajuda profissional para auxiliar nesse mundo digital, entre em contato pelo nosso e-mail [email protected] ou pelo nosso whatsapp 61 99867-9408.

Comente abaixo qual o Instagram Católico você mais gosta!

Deus abençoe, Agência B16.

sao-bento

São Bento: o santo da oração e do trabalho

A frase mais famosa da Santa Regra (Regula Monasteriorum) escrita por São Bento é “Ora et labora”, que significa “orar e trabalhar”. Segundo São Bento, o cristão é chamado a cultivar a vida de oração e trabalho não de forma separada, mas como uma única coisa.

São Bento entende a oração como meio para permanecer na presença do Senhor o dia inteiro, ajudando a ver no trabalho uma ocasião de encontro com Deus, serviço e amor a Deus e ao próximo.

Via no trabalho a melhor situação para o homem amadurecer, adquirir disciplina e virtudes, porque a graça de Deus atua na alma com os esforços do homem em ser melhor. Assim, o trabalho tem um sentido de redenção.

Regula Monasteriorum

São Bento escreveu a Regula Monasteriorum (Regra dos Mosteiros) que é chamada de Regra Beneditina ou Regra de São Bento e que influenciou diversas ordens religiosas. A Regra tinha a intenção de conter importantes ensinamentos espirituais não só para monges, mas para todos os leigos.

Os mosteiros fundados por São Bento, que depois se multiplicaram por todo o mundo, tornaram-se centros de cultura, e muitos monges davam aulas em escolas e universidades.

Um grande número de Papas da Igreja Católica Apostólica Romana vieram da Ordem Beneditina, como Bento XII (1334-1342), Santo Urbano V (1362-1370) e Gregório XVI (1831-1846).

Medalha de São Bento

São Bento ficou famoso pelas tentações que teve e venceu com o auxílio de Deus e a luta pessoal por corresponder a graça.

A medalha de São Bento é usada por muitos católicos, desde a Idade Média, para pedir proteção contra as tentações e perigos e também simboliza a devoção e amor dos fiéis a um dos maiores santos de toda a história do Cristianismo.

A frente da medalha mostra São Bento segurando a Santa Regra com a sua mão esquerda e a cruz com a sua mão direita.

Ao redor de São Bento está escrito Eius in obitu nostro praesentia muniamur que significa Sejamos protegidos pela presença de São Bento na hora de nossa morte. Está escrito na esquerda da imagem de São Bento Crux S. Patris e na direita Benedict . Crux S. Patris Benedict significa a Cruz do Santo Pai Bento porque os monges beneditinos consideram São Bento como pai espiritual.

No topo da medalha está escrito PAX que significa Paz.

Entre as hastes da Cruz está escrito:

C S P B – Crux Sancti Patris Benedicti que significa Cruz do Santo Pai Bento.

Na haste vertical da Cruz está escrito:

C S S M L – Crux Sacra Sit Mihi Lux que significa Cruz Santa Seja a Minha Luz.

Na haste horizontal da Cruz está escrito:

N D S M D – Non Draco Sit Mihi Dux que significa Não seja o dragão o meu guia.

Ao redor da Cruz está escrito na direita:

V R S N S M V – Vade Retro Sátana Numquam Suade Mihi Vana que significa Retira-Te, Satanás, Nunca Me Aconselhes Coisas Vãs!

Ao redor da Cruz está escrito na esquerda a continuação da oração:

S M Q L I V B – Sunt Mala Quae Libas Ipse Venena Bibas que significa É Mau O Que Me Ofereces, Bebe Tu Mesmo Os Teus Venenos!

Esta oração de São Bento é utilizada por muitos fiéis para vencer tentações.

Estamos unidos na oração e no trabalho. 🙏🖥

Com informações de: http://www.blogcruzterrasanta.com.br/

New interior with Christmas tree, presents and fireplace. Postcard.

Saiba a origem da árvore de Natal e o dia certo para montá-la

A árvore de Natal é um dos símbolos mais populares das celebrações natalinas. Normalmente, a árvore de natal pode ser um pinheiro ou mesmo artificial (feita de plástico e com várias cores diferentes). Seguindo a tradição, as famílias enfeitam a árvore com objetos que simbolizam o Natal (como bolas de várias cores, pinhos, neve artificial, etc.) e luzes coloridas.

Há várias tradições que explicam sua origem. De acordo com pesquisadores das tradições cristãs, a montagem de árvore de Natal teve início no ano de 1530, na Alemanha, com Martinho Lutero.

Numa determinada  noite, enquanto andava pela floresta, Lutero ficou impressionado com os lindos pinheiros cobertos de neve. As estrelas do céu ajudaram a formar a imagem que Lutero reproduziu com galhos de árvore em sua residência. Além das estrelas, algodão e outros ornamentos, Lutero usou velas acesas para mostrar aos seus familiares a linda cena que havia visto na floresta.

origem arvore de natal

Há uma outra teoria que remonta ao século VIII, a qual diz que o monge beneditino São Bonifácio tentou acabar com uma crença pagã que havia na Turíngia, para onde fora como missionário. Com um machado cortou um pinheiro sagrado, que os locais adoravam no alto de um monte, e como teve insucesso na erradicação da crença, decidiu associar o formato triangular do pinheiro à Santíssima Trindade e suas folhas resistentes e perenes à eternidade de Jesus, nascendo assim a Árvore de Natal.

origem arvore de natal

Uma terceira tradição remonta à Idade Média. Diante das igrejas – como prelúdio das festas de natal – era encenada a história do pecado original, cujo centro estava na árvore da tentação e no seu fruto (a maçã), que na noite de Natal reconquistavam a dignidade perdida, isto é, aquela paradisíaca. Estas encenações deram à árvore de natal o seu significado cristão.

Nas encenações diante das igrejas se colocavam nas árvores maçãs para lembrar da história de Adão e Eva no paraíso. Mais tarde, as maças foram substituídas pelas bolas de vidro que usamos ainda hoje.À medida que a árvore passou das praças às casas, como se pode ver em certas descrições de árvores do século XVII, começou-se a pendurar na árvore, junto com as maçãs, também a hóstia (certamente não consagrada). Com isso procurava-se transmitir a mensagem de que depois da maçã, que levou o homem ao pecado e à morte, vem a hóstia, a Eucaristia que doa graça e vida.

Depois começaram a ser usados outros símbolos para decorar a árvore. Conta-se que em Estrasburgo usavam-se rosas, cortadas em papel colorido, lembrando Isaías 11,1, que diz que do tronco de Jessé brotará um rebento, além de placas douradas, que se movimentavam e provocavam pequenos barulhos, lembrando os dons trazidos pelos reis magos.

Não se sabe exatamente em qual cidade ela tenha surgido. Durante o século XIX a prática foi levada para outros países europeus e para os Estados Unidos. Apenas no século XX essa tradição chegou à América Latina.

Qual o dia correto para montar a árvore de natal?

O dia para montar a árvore de Natal varia em cada país. No Brasil, é no primeiro domingo do advento, data que começa exatos quatro finais de semana antes de 25 de dezembro.

b16-rd-station

B16 fica entre as dez finalistas em premiação da RD Station

A B16 foi indicada na categoria “Agência Revelação” do ano de 2019 por meio da parceria com a RD Station, uma das principais plataformas de marketing. A RD nos possibilita trabalhar muito bem o Inbound Marketing dos nossos clientes e parceiros.

Este programa de parceria promoveu alguns concursos e premiações, e concorremos nesta categoria por estarmos há menos de 1 ano utilizando a plataforma. Entre 600 agências dentro desta categoria, conseguimos entregar, com apenas 5 meses, resultados o suficiente para estar entre as dez finalistas.

Os requisitos para se classificar não se deram por votação nem indicação, mas foram baseados em resultados obtidos na quantidade, tanto de clientes que nossa agência trouxe para a parceria, quanto, dentre esses, que obtiveram resultados e também os que não saíram.

O mais expressivo deles foi por meio do Instituto Angelicum e a Conecte HS, nossos primeiros clientes que apostaram na entrada desse novo serviço que incorporamos em nossa cartela de serviços neste ano de 2019, o Inbound Marketing e o Marketing de Conteúdo.

Hoje, podemos comprovar que vivemos o que pregamos em nossa missão, visão e valores: o fato de uma agência ser católica e ter valores cristãos não a deixa menos lucrativa ou com dificuldades de se posicionar.

Isso, pelo contrário, nos diferencia e nos faz progredir, já que acreditamos na providência divina e que apenas nossos esforços não são suficientes. Pela oração e pelo trabalho pudemos ficar entre as dez finalistas da premiação.

Foi incrível a experiência de ter participado do maior evento de marketing digital da América Latina, com a presença de tantos gestores e equipes competentes. Com esse resultado, queremos testemunhar que vale a pena caminhar segundo a Doutrina Social da Igreja, e que é muito importante viver o evangelho também no trabalho e, com isso, evangelizar e alcançar almas.

Graças sejam dadas a Deus por tantas bênçãos! Esperamos ano que vem estar novamente entre os finalistas. “Em todas as circunstâncias, dai graças, porque esta é a vosso respeito a vontade de Deus em Jesus Cristo.” (1Ts 5, 18).

Estamos unidos na oração e no trabalho! 🙏🖥