fbpx

Conheça os valores que acreditamos e preservamos na B16

07 dezembro 2019 / By Francisco Eugênio

Hoje eu quero partilhar com mais profundidade o que está por trás das palavras que formam os valores da Agência B16.

Antes de qualquer coisa, permita-me fazer uma pequena introdução.

O que são os valores de uma empresa?

São as crenças e atitudes que darão à determinada organização “sua cara”, sua identidade. Esses valores também pressupõem o conjunto de regras que os funcionários deverão cumprir em busca de obterem resultados positivos. Portanto, são também a ética por trás dos comportamentos empresariais.

“Portanto aqui na B16 não fazemos de tudo para ter resultados, temos algumas réguas (valores) que nos limita, não como algo que nos aprisiona, mas como uma cerca que impede uma pessoa de cair no abismo.” (Francisco Eugênio)

É muito importante não confundir valores com objetivos.

Os valores são o que motivam a existência de uma organização, são a filosofia da empresa, aquilo que justifica ela ser e funcionar de determinada maneira; já os objetivos são as metas e conquistas que essa empresa deseja alcançar.

Feita essa pequena introdução conheça os valores que acreditamos e preservamos na Agência B16!

B16: conheça nossos valores

🙏 Oração:

“Para nós cristãos, tudo parte sempre da oração, porque, sem ela, torna-se vazia a nossa ação e sem alma o nosso anúncio”. (Papa Francisco)

Essa citação do Papa Francisco transmite muito bem o significado que a oração ocupa em nosso meio. Não recorremos a ela somente como súplica; sabemos que sem ela cada planejamento, cronograma, arte e estratégia torna-se vazia, pois a oração é uma das tantas vias de nos encontrarmos com Deus.

 

🖥 Trabalho:

Acreditamos fielmente que Deus quer nos santificar também por meio do trabalho. Para muitos, o trabalho é visto como um castigo [Gn 3, 17 – 19], mas esquecem que o cuidar do Jardim do Éden foi o primeiro trabalho do homem [Gn 2, 15], ou seja, desde o início, trabalhar faz parte da missão da humanidade: pertence ao plano de salvação.

Esse tipo de pensamento influencia diretamente nas nossas ações fazendo com que nossa vida fique dividida por dois lados: um profissional e outro religioso. Isso é um grande erro.

“Não podemos dividir a nossa vida em duas dimensões, uma religiosa, que se desenvolve na Igreja, nas horas de oração e de encontros, e outra, que é a vida do trabalho, como se uma fosse sagrada e a outra profana. Não. Isso é um grave engano. Toda a nossa vida é sagrada, tanto a espiritual quanto a profissional. Nada é profano na nossa vida”. (Prof. Felipe Aquino)

🤲 Fé:

A fé move… a fé move a nossa equipe, levamos como algo essencial em nossa empresa. Trabalhar com nada que fira a moral e a ética cristã, só assim teremos condições de fazer Boas Obras.

“A fé que não vem acompanhada de obras: está totalmente morta.” [Tiago 2, 17]

Me diz o que difere um comunicador católico de um não católico? A sua graduação, suas habilidades, suas ferramentas? Não, a sua espiritualidade; isto é o que o diferencia: as suas obras e o seu olhar inclinado para o invisível.

 

Amor:

Gratidão por tudo que somos. Reconhecemos que tudo vem d’Ele e por isso desempenhamos o nossa trabalho de forma que honre a Nosso Senhor Jesus Cristo e a Santíssima Virgem Maria.

“A gratidão é o amor reconhecido.” [YOUCAT 59]

Pode parecer óbvio que uma empresa coloque entre seus valores a palavra amor, mas para nós cristãos o amor passa pela cruz. Com isso, buscamos trabalhar com o mesmo zelo também nos dias de cruzes, em gratidão a Cristo Jesus que nos redimiu por meio do madeiro da cruz.

 

👪 Família:

Eu brinco dizendo que na B16 só pode trabalhar quem tem vocação à família. De certa forma não deixa de ter verdade nisso.

Como leigos, somos chamados a estar atuando diretamente na sociedade, e uma forma bem assertiva é edificando uma boa família. A família é a célula base da sociedade.

Por isso, fazemos todo esforço para que o nosso trabalho não nos afaste da nossa casa, da educação dos nossos filhos e do convívio em comunidade (ecclesia/igreja), que é a nossa segunda casa.

“A Igreja vê a família como a primeira e a mais importante comunidade natural. A família tem direitos especiais e está no centro de toda a vida social. Ela é nomeadamente o lugar onde se origina a vida humana e o lugar onde crescem as primeiras relações interpessoais. A família forma o fundamento da vida, dela surgem todas as ordens sociais. Por causa deste enorme significado é que a Igreja vê a família como uma instituição divina.” [DOCAT 114]

Esse sem dúvidas é o valor mais difícil de se viver em qualquer empresa, pois quando citado geralmente é associado ao sentimento de família entre os colaboradores, que é muito benéfico, mas não se é feito em contra partida por retirar o convívio do mesmo com sua verdadeira família.

 

📘 Doutrina social:

Buscamos viver todos esses valores seguindo os ensinamentos da Doutrina Social da Igreja Católica.

“Os gestores e os empresários esforçam-se pelo sucesso financeiro da sua empresa. Ao lado dos seus legítimos interesses (em que se incluem os lucros), eles devem considerar a sua responsabilidade social: respeitar os justos anseios dos trabalhadores, fornecedores e clientes, assim como da sociedade em geral e do ambiente. [CIC 2432]

 

Quero agradecer imensamente por você chegar até o final desta leitura. Caso queira mais conteúdos como este e/ou queria deixar um feedback, comente abaixo.

Estamos unidos na oração e no trabalho!

About The Author

Francisco Eugênio

Um cristão designer apaixonado em solucionar problemas com criatividade. Casado com Aline Rocha, 28 anos, pai do Bento, natural do Rio de Janeiro - RJ.

Blog Comments

Grande Francisco, belíssimo texto e de grande valia para os empreendedores católicos!

Post Reply
Leave a Comment

*Please complete all fields correctly